Nova Casa e viagem a Barcelona >>> Sarel >>> Reggio Emília

18 20UTC thUTC31UTC01bWed, 20 Jan 2010 22:59:15 +00002010 20UTC 2008

Olá a todos! Artigo da semana, aqui está ele!

Tenho algumas coisinhas que contar… E só coisas boas!

Primeiro: Já encontrámos novo apartamento! Finalmente vamos sair deste buraquinho! Vamo-nos mudar para um apartamento de dois quartos, sala grande, cozinha completamente equipada (com máquina de lavar loiça e tudo!), duas casas de banho, aquecimento central, garagem e arrecadação. Tudo eléctrico, sem gás! Sim, vamos pagar um pouco mais, mas compensa! E em relação com o que pagamos por esta covinha onde estamos enfiados, é muito mais barato! Estamos muito contentes 🙂 Segunda vamos assinar o contrato e a partir daí começaremos a fazer a mudança. Já sabem: podem vir visitar-me quando quiserem que vou ter um quartinho à vossa espera. Espero dar-lhe uso 😉 Ainda não tenho fotos, mas assim que tivermos a mudança concluída já as publicarei. Mas podem ver o aspecto do prédio e a zona através do Google Maps neste link.

Segundo: Este fim-de-semana vou fazer a minha primeira viagem de trabalho! Desta vez sou eu… O Joaquim fica em casa hahahahaha Vamos a Barcelona, a um encontro de escolas de todo o país para partilhar experiências, mais concretamente no que diz respeito à vivência do modelo Reggio Emília numa escola espanhola. Nós vamos sobretudo para ouvir, absorver, questionar, aprender, uma vez que ainda nem há um ano iniciámos o nosso projecto. Estou felicíssima! Nós pagamos o vôo e a escola paga o alojamento. Para o ano que vem quem sabe se não iremos partilhar a nossa experiência e sem pagar nada. Se quiserem saber mais sobre este encontro aqui fica o endereço http://www.reggiochildren.es/ e http://www.reggiochildren.es/informacion-de-actividades/.

E pronto, por hoje é tudo! Vemo-nos quando voltar de Barcelona! De certeza que terei muitas fotos e coisas interessantes para contar.


Primeira Reunião de Trabalho

18 05UTC thUTC31UTC07bSun, 05 Jul 2009 19:41:43 +00002009 05UTC 2008

Ontem (04/07) tive a minha primeira reunião de trabalho da Escuela Infantil Municipal A Caracola! E foi la hostia!!! Ou seja, foi altamente!!!

Esta escola e a sua directora realmente são do outro mundo… Quase que nem acredito!

A escola ainda está em obras, por isso todas as reuniões e entrevistas têm-se realizado no Centro Cívico de Feáns (não é uma junta de freguesia, é um lugar onde as associações de vizinhos se podem juntar para, por exemplo, organizar festas, programas culturais, simplesmente falar ou discutir sobre questões do seu bairro).

Quando a Bea, directora da escola/mentora de todo este projecto, nos indicou que entrássemos na sala, deparámo-nos com uma mesa de reuniões organizada desta forma: no centro da mesa estavam dispostos vários livros que teremos de ter como referência e, em cada lugar havia uma pasta vermelha com o nosso nome escrito, a qual continha fotocópias de textos importantes que reflectem a ideologia que se vai tentar implementar na escola, um bloco de apontamentos muito pequeno e um livro de Boas-Vindas (panfleto explicativo que havia sido entregue aos pais na sua primeira reunião), no qual se podiam ler os principais objectivos da escola, pormenores como calendário e horário de funcionamento, regras básicas que os pais devem ter em conta quando levam os seus pequenos à escola – cumprimento de horários, alimentação, quantos babetes, mudas de roupa, etc etc. Só isso me deixou muito surpreendida e mais relaxada (ando um pouco preocupada porque ainda não estou familiarizada com o sistema educativo espanhol, com a bibliografia, enfim…). Assim, já sei o que devo ler, que autores devo procurar, o que saber para melhor e mais facilmente me adaptar a uma nova escola de um país diferente (ainda que sejamos todos europeus e todos latinos, as coisas aqui funcionam de maneira ligeiramente diferente de Portugal).

Depois de analisarmos as fotocópias e de falarmos um pouco da filosofia de Reggio Emília, passámos aos pormenores mais técnicos:

1.  A escola vai abrir dia 02 de Setembro e nos três primeiros dias só vai funcionar das 10h às 15h, que é o período de adaptação à escola para as crianças.

2.  Vamo-nos reunir no dia 01 para preparar umas boas-vindas às crianças e aos pais que, no período de adaptação, têm as portas abertas. Ou seja, podem vir visitar-nos à hora que quiserem e participar de algumas actividades que teremos preparadas para eles.

3.  A escola abre às 07h30 e fecha às 18h30. Estará encerrada durante todos os feriados e nos dias 24 e 31 de Dezembro, na Segunda de Carnaval, bem como no Dia do Maestro (professor). Nos períodos de Semana Santa, Natal e outros (dos quais me vou inteirar depois), a escola só oferece os serviços mínimos, ou seja, das 07h30 às 15h00.

4.  Muita atenção que isto é importante! Porque ainda não tive o prazer de conhecer e trabalhar em nenhuma escola que fizesse isto. Nos dias 28, 29 e 30 de Agosto vamos fazer um Summit!!! Um fim-de-semana em que todos os funcionários da escola se reúnem (num hotel ou algo do género) fora do ambiente de trabalho, para que se conheçam melhor e para fomentar o espírito de equipa, de grupo, de comunidade, através de jogos e actividades pensadas para isso. A ideia base é que se os empregados estão satisfeitos com os seus colegas, com o ambiente de trabalho, com o chefe, então serão muito mais produtivos porque trabalharão com mais gosto. E claro, tudo pago pela empresa!

5.  Quanto a salários, segundo a Bea, a coisa está mais complicada. Como a escola é pública, quem nos paga é a Rede Municipal de Escuelas Infantiles del Ayuntamiento de A Coruña e, por isso, as coisas ainda não estão bem definidas, já que a nossa querida directora está a tentar que nos paguem mais. Infelizmente não nos disse por onde andavam os mínimos… Mas que assim que estiver tudo acertado e conseguir o que quer do Ayuntamiento, nos enviará um e-mail com o nosso horário e salário correspondente.

6.   Outro probleminha são os horários… A directora preferiu ter mais pessoal em cada sala do que o mínimo exigido por lei. Por exemplo, para o grupo de 16 crianças que têm apenas meses, a escola vai contratar três adultos, em vez dos dois habituais. Um sinal de qualidade, no meu ponto de vista! Mas… uma vez que a escola depende de fundos públicos [porque todos os extras que se fizerem numa escola municipal têm que ser obrigatoriamente investidos, seja em aumentos salariais, em material ou em saídas, ao contrário de uma escola privada ou concertada (IPSS em Portugal)], não tem margem suficiente para pagar a tanta gente. Por isso, vão haver vários horários: part-time de 4 horas, 5 horas e meia, e completo de 6 horas e meia. Espero ficar com um horário completo, porque se não, vou ter que arranjar outro par-time (permitido pela escola).

7.  Mas, por outro lado, todo o nosso esforço vai ser recompensado! Isto quer dizer que, se a directora achar que estamos a fazer um bom trabalho, nos dará a possibilidade de, por exemplo, tirarmos um dia (sem que o descontem, claro!), sair mais cedo ou chegar mais tarde de vez em quando, e outras surpresas que não quis revelar.

8.  A escola vai ter salas e grupos de crianças divididos por faixas etárias (0-1, 1-2, 2-3 anos), mas não vai funcionar da forma a que estamos habituados, em que cada grupo tem a sua sala e ali permanece todo o tempo. Cada sala vai ser de todos, como se fosse só uma, mas com vários cantinhos. Assim, por exemplo, a sala X tem uma boa área de Expressão Plástica que vai ser utilizada, se assim o quiserem, por alguns meninos do grupo Y. E se, por outro lado, a alguns meninos da sala Z lhes apetecer ir brincar para a Casinha da sala X e a outros lhes apetecer ir para o Atelier (sim! vamos ter um atelier e uma sala de documentação! Inge, deves saber do que falo :-)), então assim será! Ou seja, os grupos não são de ninguém, são de todos e todos são um único grupo! Heterogeneidade e Mobilidade! Assim funcionam as escolas Reggio Emília.

9.  Todas as mães que quiserem dar de mama aos seus bebés podem fazê-lo à vontade!!! Ou seja, combinando com a escola, podem entrar sempre que queiram para dar de mamar. Se não tiverem possibilidade de o fazer, mas desejem que o seu bebé continue a beber do seu leite, podem trazê-lo que o pessoal da escola estará formado e habilitado para que se faça tudo da forma mais correcta e higiénica.

10.  Todo o pessoal vai ter um Livro de Vida que estará sempre na escola, disponível para quem o queira ler e conhecer-nos melhor. Este livro será feito por cada uma de nós e nele relataremos o percurso que fizemos desde o nosso nascimento até chegar à Caracola, o que não implica que falemos só de trabalho. Eu já sei que vou ter imensas coisas para contar!!! 🙂

E pronto, basicamente é isto! A próxima reunião é no dia 18 de Julho, na qual já vamos assinar os contratos.

E também referir que sou a única a quem já foram designadas algumas tarefas: desenhar o uniforme da escola para os adultos (não vamos ter a tradicional bata, mas sim uma calças e uma t-shirt) e organizar as fotografias das crianças para que se possam expor à entrada da escola. Que previlégio!!! Sinto-me muito orgulhosa!

Já agora, uma pequena actualização do post:

A escola está em obras, mas podemos sempre ver algumas fotos de como se irá parecer. Consegui-as no blog da associação de vizinhos de Novo Mesoiro, onde se irá situar A Caracola.

a caracola obras

a caracola plano

a caracola planta


Estou de volta!

18 26UTC thUTC30UTC06bFri, 26 Jun 2009 10:35:43 +00002009 26UTC 2008

Bem, antes de mais queria desculpar-me pela minha muito longa ausência. Já aconteceram tantas coisas que agora não faz muito sentido contá-las aqui, estão desactualizadas. Mas pronto, não faz mal… a partir de agora serei mais regular.

Depois quero explicar o motivo do meu blogdesaparecimento: no dia 28 de Abril a nossa amiga Eva (aquela que nos ajudou no início a procurar casa e a tratar de todos os trâmites legais) informou-me que iria abrir uma escola nova aqui na Coruña e que eu ainda poderia enviar o meu currículo. Assim fiz e no dia 07 de Maio, inesperadamente, recebi um e-mail a convocar-me para uma reunião para apresentar essa mesma escola. Dia 13 de Maio lá fui eu à reunião. Vim de lá quase a chorar… Primeiro porque era uma simples apresentação do projecto e da filosofia da escola, e não uma entrevista de trabalho. Depois porque queria mesmo muito começar a trabalhar e se fosse nesta escola seria um sonho tornado realidade. E por último, porque vim de lá sem certeza nenhuma… Disseram apenas que chamariam algumas de nós para entrevista… Felizmente, quase três semanas depois, no dia 01 de Junho, recebi um e-mail a marcar uma entrevista pessoal! Bem, nem imaginam, estava tão nervosa! Das 24 que foram à tal reunião eu fui uma das seleccionadas!!! Na entrevista, que ocorreu no dia 10 de Junho, desembaracei-me muito bem, tão bem que me disseram (a directora e a sua sócia) que estava seguro que me iriam contratar, só não me davam a certeza absoluta porque ainda tinham mais entrevistas para fazer. Bem… É horrível esperar por uma coisa, sem certezas algumas… Depois, no dia seguinte, recebi um e-mail pessoal da directora a convidar-me para assistir a uma charla (mini conferência, conversa, debate  informal sobre um tema em particular) que ela ira dar numa outra escola sobre amamentação. A razão para ter sido convidada aparecia muito dissimuladamente nesse mesmo e-mail: que o pessoal da escola (creche) devia saber explicar às novas mães que a opção de dar de mama aos seus filhos é sua e que a escola fará de tudo ao seu alcance para facilitar essa escolha. Isto fez-me acreditar, apesar de não me dar muita segurança, que a directora estava a pensar contratar-me. Pensei que nessa charla ela me daria a confirmação de que tanto precisava, mas não…

Até hoje!!! Hoje, pelas 08h30, telefona-me a perguntar: “Olha Helena, sabes que já fazes parte da escola A Caracola?” hum… faço? “Sim! Estou a telefonar-te para te confirmar, para dizer que já fazes oficialmente parte da equipa da escola!” Yupi!!! Sábado, dia 04 de Julho, vamos ter a nossa primeira reunião, para nos conhecermos, para calendarizar o nosso trabalho e para discutir pormenores como sejam o contrato.

A escola chama-se A Caracola porque a sua planta é em forma de caracol. É uma creche (0-3 anos) com cinco salas. Situa-se em Mesoiro, a maios ou menos 5 km do centro da Coruña. A sua filosofia/modelo/projecto é Reggio Emilia (um modelo curricular de sonho que, em pouquíssimas palavras, se resume em “educação pela arte“, mas muito mais complexo que isto). Mais adiante  publicarei um artigo só dedicado a este modelo, onde farei um resumo do mesmo. É uma escola municipal, ou seja, é uma escola pública (no que diz respeito aos horários, calendário, fundos, concurso a vagas para crianças, etc) com gerência particular (a empresa decide quem contrata, que modelo curricular quer adoptar, gere internamente recursos materiais e humanos, etc).

E pronto, por isso não consegui escrever nada no meu blog querido. Porque estava à espera de confirmação. Porque não conseguia pensar em mais nada. Porque não queria falar sobre todas estas coisas com medo de dar azar e de nada se concretizar.

Agora sim! Estou tranquila e super feliz! Eu sabia que tanto tempo parada só queria dizer uma coisa: tinha algo melhor reservado para mim.

E pronto, entretanto foram acontecendo mais umas coisinhas…

1

Já tenho o curso de Primeiros Socorros a Crianças e Bebés e na próxima Terça terei o de Manipulador de Alimentos.

2

A minha homologação já foi para Madrid, para o Ministério da Educação, e está em processo. O facto de ainda não a ter não me impede de trabalhar, pois uma vez que se iniciou o processo já é válida.

3

O meu blog Muñekixus vai de vento em popa > Convidaram-me para expôr os meus quadros e desenhos numa loja; vou participar numa feira de artesanato que ocorrerá em Julho e numa outra em Agosto. E já tenho algumas encomendas (por parte de amigos).

banner munekixus border grande

4

Tenho várias receitas para publicar, aguardem…

5

Num outro post publicarei algumas fotos de acontecimentos relevantes: passeio a Pontevedra e Lugo, S. João na Coruña, saídas com amigos, etc.  Aguardem!


A carta da Terra

18 09UTC thUTC31UTC05bSat, 09 May 2009 07:02:42 +00002009 09UTC 2008

oooooooooooooooooooooooooooooooooooooo


A Carta da Terra lançou no dia 22 de Abril de 2009 a sua primeira campanha de comunicação no Brasil em suporte ao Dia Mundial da Terra.
A campanha é baseada num filme de 60 segundos que passará nos principais canais televisivos por cabo do país. O objectivo da campanha é motivar as pessoas a conhecer a declaração de princípios éticos A Carta da Terra, compreender os seus conceitos e aplicá-los com uma orientação para as suas actividades diárias.
O anúncio é uma animação produzida a partir de desenhos feitos por crianças da Casa do Zezinho, entidade social que visa promover a cultura e educação entre crianças carentes na cidade de São Paulo.